quinta-feira, 31 de março de 2011

FALHAS ESTRUTURAIS

Existem muitos relatos sobre a volumosa produção de drogas sintéticas e o aumento de criminalidade entre pessoas da mesma família: pais contra filhos e filhos contra pais.
Há uma íntima relação entre essas duas tristes realidades: vício e crime. Nas drogas reside o motivo principal de tanta violência no seio das famílias e do avanço da criminalidade sem limites.
Locais de diversões, encontros e baladas, aparentemente sadias, são transformadas em pontos de distribuição de drogas, em especial entre jovens.
O melancólico cenário composto pelos traficantes e pelos usuários nos conduz a refletir sob o aspecto simplesmente humano: o que leva um ser humano à insensatez de fabricar ou consumir drogas, sabendo que suas vidas e de outros estão sendo afetadas e irreversivelmente levadas à destruição?
Sempre aparecem alguns protagonistas arrependidos dessas verdadeiras histórias de horror revelando que a falta de sentido de vida os conduziu para esse caminho de destruição. A história é sempre a mesma: “Primeiro procurei sentido para minha vida no sexo, depois na bebida, nas drogas. Fui seduzido porque estava vazio”.
A resposta para entender aqueles que traficam e consomem drogas está em grande parte, no ‘vazio’ que existe em suas vidas.
Sem dúvida alguma, o maior buraco, aquele que devora o sentido de vida, brota pela falta de solidez da vida familiar. O vácuo produzido pela falta de Deus na família é, ainda, o principal motivo da perda dos referenciais.
A improvisação nos seus alicerces, na falta de Deus como material de liga e equilíbrio na sua estrutura, provoca um perigoso vazio na família.
A estrutura dos indivíduos de uma família vazia é idêntica à estrutura das colunas de um edifício que não receberam adequadamente concreto na hora da fundição: com o tempo as falhas vazias provocam trincas que fazem o edifício ruir.
Assim também, quando Deus não está presente no seio da família escasseia o diálogo, surge desunião, falta amor. Quando a família não preenche com Deus o seu centro, passa a sustentar-se por falsas verdades e por verdadeiras mentiras. Os componentes dessa família podem até ser um belo edifício, mas com falhas estruturais.
A responsabilidade nossa, minha, sua, de todos, é mostrar novas alternativas de preencher esse vazio. Mesmo que pareça uma missão impossível diante desse mar de pessoas atacadas por vícios de toda espécie, é preciso marcar presença nesse serviço de resgate.
J. Rubens Alves

terça-feira, 29 de março de 2011

CANTO DA SEREIA

Muitas são as artimanhas que o mundo consumista utiliza para seduzir cada vez um número maior de adeptos.
Os apelos, antes acanhados e velados, são agora idealizados com propostas agressivas e maliciosas, com claro intuito de varar as estruturas blindadas dos valores seculares mais expressivos.
Através da mídia, imprensa, cinema, televisão ou internet, percebe-se nitidamente o trabalho de mentores ocupados em embalar o indivíduo numa onda de paganismo que afoga o temor a Deus, abala fundamentos da moral e minimiza a inteligência do ser humano.
Essa investida de convencimento torna-se mais perigosa quando é feita de modo simulado e cínico, dando a entender, que se trata de algo inofensivo e despretensioso, escondendo o lado econômico, em verdade, primeiro e único interesse dessas corporações bilionárias.
Despejo de propagandas e apelos publicitários de teor polêmico, que servem apenas para obtenção de lucros, em detrimento do ser humano, da cultura e da natureza.
Aqueles que ainda possuem consciência destes riscos devem se posicionar em relação ao assunto de maneira crítica e com postura inteligente dizer não aos apelos de mau gosto, veiculados nos principais canais de mídia, em especial na Tv e Internet.
Comprometer-se com a verdade e assumir compromisso de esclarecer, dentro dessa mesma verdade, todos aqueles que são vulneráveis aos maviosos cantos de sereia.
A mídia sabe produzir materiais maravilhosos, mas que aprisionam o ser no mundo irrealizável de ilusões.
J. Rubens Alves

segunda-feira, 28 de março de 2011

HERANÇA DISPONÍVEL


Na verdade, todos nós sentimos que há algo muito maior entre nossa vida e o que verdadeiramente a inteligência é incapaz de alcançar.
Existe além de nós Algo Superior, sobre o qual ainda não conseguimos ter um nítido entendimento, mas em alguns instantes, apenas experimentamos certo gosto de plenitude, de intenso amor, de grandiosa felicidade, de intensa paz e de uma inexplicável sensação de bem-estar.
Conseguimos viver tudo isso quando fixamos nosso ser num nível espiritual mais elevado.
Fazemos parte de um plano grandioso, muito maior do que essa fase de nossa existência. Fomos escolhidos antes de nosso nascimento para sermos o que somos e vivermos onde estamos. Fomos contemplados com uma herança, um cheque em branco, do qual anida não tomamos posse, porque não alcançamos o entendimento desse mistério da relação entre o humano e o Divino.
É importante sentir nosso envolvimento em todo esse processo divinal.
Vamos tomar consciência dessa herança disponível. Partilhar depois, nossa experiência individual com aqueles que cruzarem nossos caminhos.
Todo dia, recebemos o presente de amanhecer com vida para usufruir a riqueza da criação e buscar, mais lá no alto, aquilo que tanto desejamos!
J. Rubens Alves

quinta-feira, 24 de março de 2011

DIZER NÃO

O amor sem medida, para acontecer em plenitude exige sempre duas partes, abertas e dispostas a praticá-lo. O amor é ato recíproco.
Assim mesmo ele possui um referencial de medida. Jesus mesmo ensinou: “Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. Esse ‘como a ti mesmo’ faz uma grade diferença na questão do amar.
Quem pratica o amor deve, deste modo, ter cuidado para não se anular ao dar seu amor porque estaria destruindo a própria fonte de amor e a própria referência de medida.
Vale dar a própria vida, mas não anular a própria vida. O mesmo Jesus, apesar de pressões não anulou sua vida, senão ela não teria o sentido que desejou. Ele manteve sua personalidade, sua firmeza na verdade, na justiça e no amor.
Ao final, acabou por dá-la amorosamente, mas com o regaste do preço que ela valia: a humanidade.
Cada um é a própria medida do amor. Da mesma forma que cada um se ama, amará também o outro. Quem, porém, pratica o amor só para ser solidário, realizar gostos, livrar-se de pressões e satisfazer caprichos, acaba não sendo autêntico e verdadeiro e, pior ainda, se anula.
Anular-se diante de gostos que parecem necessidades é perder a capacidade de amar!
Amar é saber, também, distinguir estes detalhes sutis e, se for preciso, saber dizer não sem machucar!
J Rubens Alves

terça-feira, 22 de março de 2011

SUCESSO

Sucesso total. Essa é a frase que melhor descreve o resultado da Dieta dos 13 Dias que segui pela quarta vez, desde quando a recebi em meados dos anos 80, publicando no Blog, dia a dia, todas as impressões e dicas a respeito dela.
Iniciei a Dieta com 80 Kg e hoje, um dia após seu término, pesei 74 Kg. O resultado foi uma perda de 6 kg.
Não tanto pelos quilos perdidos, alguns aspectos são interessantes, como por exemplo, permaneci nos oitenta quilos cerca de 5 anos, voltando agora, ao peso de quando ainda era solteiro, depois de muitos anos. A perda desses 6 quilos foi suficiente porque não haveria mais o que emagrecer.
Outro aspecto: mais que a perda do peso, fica marcante a mudança de atitude no horário das refeições, não prevalecendo mais a voracidade pela comida.
Após a Dieta, a quem se beneficiou dela caberá viver uma vida mais controlada em relação ao que consome como alimentação. Alimentar-se bem e com alegria, mas com temperança.
Pode-se comer de tudo. Será, porém, que vale a pena usufruir de tanta liberdade e empanturrar-se das gostosuras gordurosas e prazeres artificiais tão ao alcance nas prateleiras dos supermercados?
Tenho certeza que não. Vale mais ter uma vida regrada que coopere para o bem da saúde.
O corpo não é uma lata de lixo, que aceita qualquer coisa. Assim, como o homem é aquilo que pensa, ele certamente é aquilo que consome em sua alimentação. Cada um é uma espécie de construtor de si mesmo. Aquele que cultiva uma mente sadia, de pensamentos positivos, merece manter um corpo sadio.
Se alguns dos leitores do Blog acompanharam ou fizeram a Dieta dos 13 dias desejarem comentar ou divulgar resultados poderão utilizar o e-mail disponível ou o canal dos comentários do Blog.
Concluindo essa série da Dieta que motiva, desejo que outros se entusiasmem de verdade para assumirem um compromisso, uma regra de vida, que trará fortalecimento da auto estima. Vale a pena! “Como o homem pensa em seu coração, assim ele se torna” (Provérbios 23,7).
J Rubens Alves

segunda-feira, 21 de março de 2011

ENTUSIASMO E DIETA

O termo "entusiasmo", ultimamente pouco utilizado porque a maioria das pessoas anda com astral baixo, deriva do grego e significa "sopro divino". Como os gregos acreditavam em vários deuses, para eles uma pessoa entusiasmada era aquela possuída por um desses deuses.
A pessoa entusiasmada tinha um ‘deus’ e poderia, então, transformar a natureza e produzir ou realizar aquilo que desejasse.
Além disso, o entusiasmado, segundo a concepção dos gregos, pelo poder do sopro divino que o habitava, era capaz de vencer os desafios do cotidiano.
Até hoje, a pessoa entusiasmada é aquela que acredita incondicionalmente em sua capacidade e na capacidade de outras pessoas em transformar as coisas, de fazer dar certo e realizar seus sonhos.
Muitas pessoas desejam com sinceridade mudar de vida, tomar atitude, sair dos vícios, emagrecer, mas não conseguem porque não são entusiasmadas e não acreditam na força que habita seu interior! Ignoram que também possuem a força de transformar o mundo e a sua própria realidade.
Para aqueles que desejam tomar uma atitude de vida, impor-se à uma regra de vida, em especial a de emagrecer, recomendo fazê-lo com decisão e confiança. A confiança na ação é o que o tornará um entusiasmado.
Li certa vez uma frase que ‘não é o sucesso de uma idéia que traz o entusiasmo, é o entusiasmo que traz o sucesso de uma idéia’. Adapto essa frase para nosso caso, após esses 13 dias de Dieta: não é o resultado de uma Dieta que traz o entusiasmo, é o entusiasmo que traz o sucesso de uma Dieta!
Força e entusiasmo, portanto, para aqueles que sempre estão indecisos ante uma atitude de vida.
A verdade é que muitas pessoas que ficam esperando as condições melhorarem, a vida melhorar, para depois se entusiasmarem especialmente quando se trata de projetos pessoais decisivos ou que visem o bem comum.
O entusiasmo, na verdade, é que traz a nova visão da vida.
J. Rubens Alves

DIETA: DÉCIMO TERCEIRO DIA (ÚLTIMO)

DÉCIMO TERCEIRO DIA (ÚLTIMO)

Café da Manhã:
Ingredientes: 1 xícara de café com 1 colher de açúcar e 1 torrada

Hoje é o último dia da Dieta. Esse 13º dia é idêntico com o 6º dia. A partir de amanhã a alimentação está liberada.
Posso garantir que essa Dieta é mesmo de reeducação alimentar e desintoxicante. Afirmo isso pela sensação de bem estar que estou sentindo, a leveza, a tranqüilidade diante de alimentos saborosos sem sentir qualquer ansiedade.
Parece até que esse café da manhã foi mais saboroso. A Dieta serviu, inclusive, para criar um sentido controlador de quantidade e qualidade de alimentos.
J. Rubens Alves

Almoço:
Ingredientes: 1 pedaço de frango com salada e uma cenoura raspada

O almoço, às 12h00. Como aconteceu no 6º dia, o almoço previsto é um pedaço de frango com salada e uma cenoura.
O frango foi assado somente ao caldo de laranja com pouco sal.
Assim, a salada não levou o tomate, porque este não combina com o sal, nessa Dieta.
A salada foi montada de alface americana, pepino, agrião, azeite e limão.
A cenoura foi ralada e abafada com cebola, pouco azeite e pitada de sal.
Tudo combinou muito bem e satisfez ao paladar e ao apetite.
Sim! É possível comer bem sem agredir ao organismo.
Em todos esses dias de Dieta não esqueci de agradecer a Deus por todos os alimentos. É uma forma positiva de cumprir a Dieta com alegria e tranqüilidade.
J. Rubens Alves

Jantar:
Ingredientes: 2 ovos cozidos duros e 1 cenoura raspada
A despedida da Dieta acontece com esse jantar que, em princípio, parece fraco e enfadonho. Na verdade, depois de 13 dias, considero até simpático a combinação de ovo cozido e uma cenoura crua ralada. Após esse jantar considero que estou plenamente satisfeito. Tomei cerca de 1 litro e meio de água até esse momento do jantar, às 18h30.
Amanhã vou conferir o peso e publicar o final.
Um detalhe adianto: essa Dieta é fantástica e confirma o resultado positivo das outras 3 vezes em que a fiz. Só fazendo a Dieta com rigorosa fidelidade, é que se alcança o resultado prometido. Quanto ao engordar, isso realmente não acontece, bastando viver com temperança, sem extravagância e, se possível, praticando caminhadas ou exercício físico durante a semana.
J. Rubens Alves

domingo, 20 de março de 2011

DIETA: DÉCIMO SEGUNDO DIA

DÉCIMO SEGUNDO DIA
Café da Manhã:
Ingredientes: 1 cenoura raspada
Pela manhã, neste décimo segundo dia, somente uma cenoura raspada. Que saudade do cafezinho da manhã.
Não faz mal. Estou no penúltimo dia da Dieta que cumpri rigorosamente. Em breve, volto na minha alimentação normal podendo tomar meu café como costume.
A cenoura, preferi batê-la com água no liquidificador, como se fosse suco. Isso não altera em nada a Dieta.
J. Rubens Alves


Almoço:
Ingredientes: 1 pedaço grande de peixe magro com limão e pouca manteiga

O almoço, às 12h00. Como aconteceu no 5º dia, o almoço previsto é peixe magro.
O peixe pode ser truta, linguado, filé de bacalhau fresco, badejo. Optei pelo badejo. Temperei com limão cerca de 10 minutos antes de passá-lo para uma frigideira antiaderente não coloquei manteiga.
O medalhão que escolhi, um pedaço que me satisfaça, foi de cerca de 350 gramas. O peixe é um alimento leve e o almoço só consiste disso,
O peixe ficou maravilhoso e saboroso.
Não esqueci de agradecer a Deus por esse alimento maravilhoso e que muitos não tem em sua mesa.
J. Rubens Alves


Jantar:
Ingredientes: 1 bife grande com salada e salsão cozido
Tomei cerca de 1 litro de água até esse momento do jantar, às 18h30.
Como previ, senti um pouco de fome, certamente pela fácil digestão do peixe do almoço.
O jantar, bem mais reforçado com o bife e pela salada, adiantei para às 18h30.
Gosto do miolo de alcatra por tratar-se de uma carne saborosa, macia e apetitosa.
Lembro que o bife deve ser de um tamanho que satisfaça a pessoa que esteja nesta dieta, sempre não ultrapassando o peso de 300 a 350 gramas, temperado somente com sal e grelhado em frigideira com um fio de azeite.
Para salada foi preparada com alface, agrião, alface americana, cebola, pepino e limão. Ao invés de cozido, acrescei o salsão crú à salada. Não acrescentei tomate, porque a carne levou uma pitada de sal. Lembre-se de que quando há tomate, não se pode consumir sal, nesta dieta.
Salvo a falta do café pela manhã e o almoço muito leve, me senti muito bem com a alimentação proposta pela Dieta, percebendo que a cada dia esteja mais leve.
Amanhã cumprirei o último dia da Dieta. Só então vou apurar o peso final.
J. Rubens Alves

sábado, 19 de março de 2011

DIETA: DÉCIMO PRIMEIRO DIA


DÉCIMO PRIMEIRO DIA

Café da Manhã:
Ingredientes: 1 xícara de café preto com 1 torrada

Quando estou fazendo essa Dieta sigo fielmente essa Dieta porque o resultado positivo depende disso.
Comecei com uma xícara de café, sem açúcar e uma torrada.
O café é mais saboroso sem o açúcar, se for bem feito.
Pela manhã gosto de fazer o café pessoalmente. Parece simples, mas para que fique saboroso é preciso atentar para a temperatura ideal da água. Ela não pode estar borbulhando, mas no início da fervura para que libera o sabor do pó de café.
Para um café saboroso, médio, não muito forte, as medidas ideais são de 2 colheres e meia de pó de café para 750 ml. de água.
A água deve ser colocada lentamente sobre o pó colocado no coador de papel. Dessa forma não há erro de cada hora o café sair com um sabor.
Até o almoço!
J. Rubens Alves

Almoço:
Ingredientes: 1 ovo cozido, 1 cenoura ralada, um pedaço de queijo tipo suí
ço
O almoço, às 12h30. Hoje o cardápio prevê queijo do ‘tipo suíço’, cerca de 200 gramas. O queijo suíço, pelo seu gosto adocicad, é um tanto enjoativo. Não consegui dar conta de todo o pedaço e fiquei satisfeito.
A cenoura é adocicada e acaba combinando bem com o sabor do queijo. Hoje preferi a cenoura abafada, sem sal, somente com fio de azeite. Ficou muito saborosa!
Senti falta da fruta, como sobremesa.
A cada refeição não esqueço de agradecer a Deus o alimento e pedir que sejam abençoados.
J. Rubens Alves

Jantar:
Ingredientes: 1 latinha de salada de frutas e um iogurte natural

Bebi menos água neste intervalo, por conta do clima que está bem mais frio em São Paulo.
O queijo possui um gosto marcante e perdura por muito tempo.
O jantar é contemplado com uma taça (a Dieta fala em latinha, como referência de quantidade) cerca de 300 gramas de salada de frutas frescas. A escolha é à vontade.
Eu escolhi pela salada de laranja, banana, maçã, mamão e melão.
Hoje é o décimo primeiro dia de Dieta. Os dias passaram rápido e a sensação de bem estar mostra como é compensadora essa Dieta.
Os três primeiros dias sejam, talvez, os mais difíceis.
Agora, na verdade, nitidamente percebo que possuo uma consciência de que quando terminar essa dieta, não desejarei perder esse avanço que obtive.
Escolherei muito bem os alimentos evitando aqueles muito industrializados, optando pelos mais saudáveis e naturais.
Refrigerantes continuarão banidos, como já fazia antes da Dieta. Bolos e doces, raramente, somente quando estiver mesmo com vontade ou em situação de festa.
De fato, todo o controle da situação é de cada um, controlar a mente, enfim, da forma como você encara suas decisões e atitudes.
Boa noite!
J. Rubens Alves

sexta-feira, 18 de março de 2011

DIETA: DÉCIMO DIA

DÉCIMO DIA (café da manhã/almoço/jantar)

Café da Manhã:
Ingredientes: 1 xícara de café preto com 1 colher de açúcar e 1 torrada

Hoje volta uma torrada para o café. O dia de hoje é exatamente igual ao terceiro.
Faltam somente 3 dias para terminar a Dieta e os resultados estão visíveis. Esses resultados são notados visivelmente pela perda de peso, pelo bem estar, pela limpeza da pele.
Em tudo vejo resultados positivos.
A pesagem final será no último dia. Esta é a quarta vez que eu fiz a Dieta desde que a recebi nos anos 80 e percebo resultados idênticos. Tenho certeza que o peso não voltará a subir nos próximos anos.
Ao trabalho, até o almoço!
J. Rubens Alves

Almoço:
Ingredientes: salsão cozido, 1 tomate, 2 ovos cozidos duros e 1 fruta fresca

Em todo o período da Dieta uma das coisas mais importantes foi a ingestão de água. No período da manhã sempre perto dos 300ml.
O salsão preferi crú, ao invés de cozido.
O salsão cozido, sem tempero, não fica agradável ao apetite.
A quantidade de salsão é o quanto baste à pessoa, cerca de 120 gramas. Ele é bem fibroso.
Escolhi uma pêra como sobremesa, porém ela é um tanto laxante.
Cada um deve escolher aquela que lhe faz bem.
J. Rubens Alves

Jantar:
Ingredientes: 200 gramas de presunto cozido e 1 iogurte natural
Hoje foi leve e fibroso.
O jantar foi tal como o ontem: presunto magro cozido (200 gramas) que se compra em supermercado seguindo as recomendações que postei ontem.
Como nos outros dias em que há presunto, uma parte degustei em pedacinhos acompanhados pelo Iogurte Natural. A outra parte, reservei em geladeira por cerca de 1 hora e meia.
Sempre digo para quem se propõe a fazer esta Dieta que vale a pena ver os resultados. Não são muitos dias, apenas 13, e passam bem rápido se cada um encarar positivamente esse sacrifício. Não é um sacrifício de fome, porque a Dieta é bem servida. O sacrifício maior está em abrir mão de hábitos enraizados e de vícios de temperos e comidas muito fortes.
Quem desejar dar um passo melhor tem que tomar uma atitude e se conscientizar de que é para o seu próprio bem.
J. Rubens Alves

quinta-feira, 17 de março de 2011

ENCONTRO DIFÍCIL

Um amigo expressava um dia destes, suas angústias pelas dificuldades que está passando para manter sua casa, os estudos dos filhos e outras necessidades. Para piorar, segundo ele, toda sua receita advinda de um imóvel alugado ficara estava zerada pela inadimplência do inquilino.
A única coisa palpável que tinha em mãos se resumia em cinco promissórias referentes aos aluguéis atrasados.
Sua saúde já estava severamente prejudicada pelo nervosismo e ansiedade que se abateram sobre ele. Foi difícil controlar o descontrole metabólico que se desencadeou em sua vida atacando-o, inclusive, uma crise de glicemia.
Confidenciou que, tudo isso, não era nem pela situação em si, mas de olhar seus filhos privados de algumas coisas e, mesmo assim, continuarem solidários e compreensivos com ele e a esposa.
Disse-me, também, que o que mais doía dentro dele era ver o tempo passando e mesmo tendo uma bela quantia a receber, se achava impossibilitado de realizar seus sonhos.
Crise como essa vem se tornando corriqueira. Muitas pessoas estão colocando o grande volume de problemas temporais, como centro de suas vidas. Acima de suas famílias, de seus relacionamentos.
Pressionadas pela rapidez das informações e compromissos, elas se afligem ao perceberem que o tempo não é suficiente para resolver tudo. Perdem a noção do tempo e espaço. E se desesperam porque não conseguem vislumbrar o que lhes resta da existência, acreditando que esse restante de vida não será suficiente para realizar todos os projetos de vida. A rapidez virtual dos acontecimentos as tornam incapazes de acompanhar o próprio tempo em que os acontecimentos ocorrem.
Quando a avalanche de preocupações e contrariedades passa a influir na capacidade de situar no ponto de equilíbrio emocional, frustrando e distanciando dos valores mais sublimes, é preciso parar por um período. Um período de ruptura, nem que seja breve, fará muito bem para quem deseja retomar as rédeas da vida.
Um período de retirada estratégica facilitará a retomada da fé em Deus, o gosto pela vida, reavivará a esperança. Possibilitará um dos encontros mais difíceis de acontecer, o de cada um consigo mesmo.
É preciso dar um tempo. Tempo para Deus, para você, para a vida.
J. Rubens Alves

DIETA: NONO DIA

NONO DIA (café da manhã/almoço/jantar)

Café da Manhã:
Ingredientes: 1 xícara de café preto com 1 colher de açúcar
Hoje, como prevê a Dieta se repete o mesmo cardápio do segundo dia.
O café foi muito estimulante, como pude observar durante esse período da Dieta.
Mesmo sem acompanhamento da torrada está sendo suficiente para o período entre às 8h00 e 12h00. Durante esse período bebi cerca de 250 ml de água.
J. Rubens Alves


Almoço:
Ingredientes: 1 bife grande com salada e 1 fruta fresca

Pela manhã bebi 250 ml de água. À tarde, até o jantar deverei aumentar esse consumo, para chegar próximo aos 2 litros diários recomendados pela Dieta.
Nitidamente percebi como a água faz bem e melhora o funcionamento dos rins e a pele.
O cardápio do almoço desse dia é muito generoso. Não há melhor do que uma refeição onde basicamente entram a salada e carne, tudo sem frituras.
A salada de hoje foi montada com abobrinha, xuxú, ambos cozidos e cortados em pedaços pequenos, acompanhados de pepino, ebola e azeite. Como o bife já contém sal, na salada não foi acrescentado.
A sobremesa prevista foi premiada com uma pêra.
J. Rubens Alves

Jantar:
Ingredientes: 200grs de presunto cozido e 1 iogurte natural
Depois do almoço maravilhoso, o jantar é bem mais leve. Presunto magro cozido (200 gramas) que se compra em supermercado.
O presunto deve ser tipo magro, sem capa de gorduras e solicite ao vendedor que corte os 200 gramas em um único pedaço.
Cortei-o em cubos e ingeri juntamente com o iogurte natural, um copo.
Somente parte desse presunto separei para cerca de 1 hora mais tarde, para não dar sensação de fome. Que Dieta maravilhosa!
J. Rubens Alves

quarta-feira, 16 de março de 2011

DIETA: OITAVO DIA

OITAVO DIA (café da manhã/almoço/jantar)

Café da Manhã:
Ingredientes: 1 xícara de café preto com 1 colher de açúcar

Ontem foi o dia considerado mais difícil pela a maioria das pessoas que resolvem fazer essa Dieta.
Como aconteceu em outras vezes em que fiz a dieta, achei suficiente a refeição de ontem e não encontrei dificuldades para passar bem.
Hoje, o café com açúcar voltou e parece um brinde para esse início do oitavo dia.
Já passei da metade da Dieta lembrando que a partir de hoje, voltamos ao cardápio do 1º dia. Como expliquei ontem, a Dieta combina o cardápio igual para os dias 1º e 8º, 2º e 9º e assim por diante.
J. Rubens Alves


Almoço:
Ingredientes: 2 ovos cozidos com espinafre e 1 tomate crú

Os ovos e tomate são sempre sem sal. O espinafre novamente foi cozido com um fio de azeite.
Mesmo assim ele não chega a ser tão saboroso quanto outras verduras.
Mesmo assim, temos que seguir o prescrito na Dieta.
Pela manhã bebi apenas 250 ml de água. À tarde, até o jantar, deverei aumentar esse consumo.
Neste oitavo dia garanto que estou muito bem, sem sensação de fome, sem alteração.
A pele, o metabolismo e funcionamento de intestino excelentes comprovam que essa Dieta, de fato, desintoxica.
Vale a pena nunca esquecer, em cada refeição, de agradecer e pedir a benção de Deus sobre os alimentos, para que eles sejam revitalizantes e um bem em nossa vida.
J. Rubens Alves

Jantar:
Ingredientes: 1 bife grande com salada ( pouco óleo e limão )
Hoje o jantar é suculento, como no primeiro dia. O bife grande e a salada alimentam bem, além de combinarem entre si.
Nesses dias de Dieta, optei pela alcatra. Essa parte da carne é saborosa, macia e o bife fica mais suculento, mesmo mais passado.
A salada da noite foi elaborada com alface americana, agrião, cebola fatiada, pepino, limão e azeite.
Volto a afirmar que essa Dieta, além de tudo que traz de resultados bons para o corpo, reaviva os sabores dos alimentos, porque ela não acrescenta outros ingredientes de tempero, além do sal, azeite e limão.
Um dia de Dieta bem sucedido. Amanhã, o nono dia!
J. Rubens Alves

terça-feira, 15 de março de 2011

DIETA: SÉTIMO DIA

SÉTIMO DIA (café da manhã/almoço/jantar)

Café da Manhã:
Ingredientes: 1 xícara de chá sem açúcar

Hoje foi chá da manhã sem açúcar!
Com certeza, pela experiência das outras vezes em que fiz essa Dieta esse é o Dia D, especialmente o dia de mostrar que é realmente possuir força de vontade quando assume uma atitude de vida.
Para quem se habilita a modificar seus hábitos alimentares com essa Dieta, a virada do sétimo para o oitavo dia pode ser o mais sacrificado.
Será, porém, que não valha a pena um pequeno sacrifício frente às benesses que os resultados trarão à saúde?
Sim vale a pena. E, para quem se propuser a fazer essa Dieta dos 13 dias, lembro que as coisas, nesses dias de dieta ficam mais fáceis se forem encaradas com alegria, como dias passageiros.
Após o término, o resultado compensará.
Força de vontade.
J. Rubens Alves

Almoço:
Ingredientes: um pedaço de carne grelhada e 1 fruta fresca

Sempre que o jantar é mais fraco, o almoço é mais reforçado e vice-versa.
Assim, prevendo, a Dieta propõe para hoje um almoço mais reforçado. A carne pode ser em pedaço único ou em bife grelhados, sempre com pouco sal e do tamanho que satisfaça entre 300 a 350 gramas.
Hoje não há salada.
A fruta fresca como sobremesa, reservei para mais tarde e saborei a manga somente às 16h00.
Fiz isso porque hoje não haverá nada programado para o jantar.
È bom beber muita água até o final do dia.
J. Rubens Alves

Jantar:
Ingredientes: JANTAR – NADA

Nesse processo de reeducação, nessa virada do sétimo para o oitavo dia nada há programado para o jantar. Foi bom me alimentar bem na hora do almoço e adiar a sobremesa para mais tarde. Isso evita eventual sensação de fome que em comparação aos primeiros dias, já quase não ocorre.
Amanhã, oitavo dia, o cardápio volta a ser o do primeiro dia. O cardápio faz coincidir o 1º com o 8º dia, o 2º com o 3º dia e assim por diante...
Nesse dia é aconselhável, para amenizar a situação de eventual fome, ir mais cedo para a cama.
Por isso afirmei que esse dia é a prova da força de vontade para quem se propõe a fazer essa Dieta.
Quem consegue passar o dia da virada e continuar até o final, com extrema fidelidade ao prescrito, é digno de admiração, porque demonstra o grau de força de vontade para superar obstáculos e atingir a meta.
Emagrecer para ficar mais saudável e, sem dúvida, mais magro que é uma consequência. Quando se faz dieta só para emagrecer e por estética, vive-se angústia e expectativa, não se atingindo resultados. Quando se faz primeiro visando a saúde, aí sim, os rsultados aparecem por acréscimo.
Lembrando que a água é indispensável e não altera a Dieta.
Ontem constatei 3,5 Kg a menos de peso. Agora só verificarei a balança no 13º dia, porque é nesses dias finais que se perde mais peso.
Se você acha tão difícil esse dia de Dieta, apele para sua sensibilidade, refletindo sobre quantos pequenos, espalhados pelo mundo inteiro não possuem o que comer todos os dias. São magros porque são obrigados a privar-se de alimentação porque não a tem.
J. Rubens Alves

segunda-feira, 14 de março de 2011

DIETA: SEXTO DIA

SEXTO DIA (café da manhã/almoço/jantar)

Café da Manhã:
Ingredientes: 1 xícara de café preto com 1 colher de açúcar e 1 torrada
Estava com saudade do café, uma das coisas na dieta que sinto falta.
Hoje já é o sexto dia de Dieta! Parece incrível, mas quando a gente se propõe a assumir para valer uma atitude decidida, o tempo passa rápido.
Quando, porém, se faz sem motivação o tempo parece uma eternidade. Por isso muitos não conseguem chegar ao fim dessa Dieta: tomam a decisão de fazê-la como se fosse um sacrifício.
J. Rubens Alves


Almoço:
Ingredientes: um pedaço de frango com salada e uma cenoura raspada
O almoço foi reforçado. Da mesma forma que acontece com o bife, o frango deve ser sem gordura e o pedaço deve ser do tamanho que satisfaça entre 300 a 350 gramas.
Se ontem no almoço não teve salada, hoje ela foi caprichada: beterraba, agrião, salsão, a cenoura ralada, alface americana, repolho ralado, fio de azeite e limão.
Maravilhoso esse almoço, porque o jantar de hoje será muito restrito.
Novamente não houve a sobremesa de uma fruta. Não faz mal.
Depois da Dieta poderei desfrutar muitas frutas, a qualquer hora.
Para não perder o costume, não esqueci de agradecer a Deus a graça desse rico alimento colocado em minha mesa.
É um hábito que sempre devemos cultivar.
J. Rubens Alves

Jantar:
Ingredientes: 2 ovos cozidos duros e 1 cenoura raspada

Até o momento do jantar às 19h00, bebi cerca de 1,6 litros de água, tão necessária no processo de limpeza a que se propõe essa Dieta.
Ela, de fato, desintoxica e limpa, porque a gente sente a diferença durante esse período.
Nesse sexto dia, a sensação já começa a ficar ainda melhor. Já não se sente mais aquela ansiedade de comer muito e nem ficar beliscando um monte de petiscos fora de hora.
O jantar de hoje se resume em 2 ovos cozidos e uma cenoura ralada.
Como o ovo é seco resolvi bater a cenoura com água, como um suco. Lembrando que a água não altera a Dieta.
Fiz dessa forma para ficar mais agradável a refeição.
Comecei essa Dieta com 80 Kg. Nesses seis dias perdi 3,5 Kg. O resultado final deverá beirar, como das outras vezes, 6 a 7 Kg de redução. O que vale é que essa Dieta, tal como experimentei das outras vezes, é não ganhar mais peso rapidamente.
Reeducando-se no comer e motivada por ter perdido peso que desejava, a pessoa só vai repetir essa Dieta após 3 ou 4 anos.
J. Rubens Alves

domingo, 13 de março de 2011

DORES DO PARTO

Procuramos neste Blog, motivar pessoas, postar textos com conteúdo positivo que levem à reflexão sobre a existência.
Insistimos em colocar a vida como dom absoluto e fixar sobre ela somente Deus. Como ela é em si um dom do próprio Deus, nos resta a vivê-la. Vivê-la bem, celebrando cada dia esse dom maravilhoso em tudo, menos no mal.
Nestas horas de calamidades bradamos: onde está Deus? Por que Ele permite tragédias desse porte?
Na falta de respostas estamos propensos a atribuir uma parcela de culpa a Deus por tudo isso, parecendo até que Ele não ouve as súplicas e não se dá conta do que está acontecendo.
Na verdade Deus é um Pai e que participa da fragilidade humana, não castigando, mas educando pelo sofrimento que naturalmente existe e é, na maioria das vezes, causado pelo próprio homem através da inconseqüência de seus atos.
Esses atos agigantam as conseqüências dos fenômenos que sempre estiveram, em milhões de anos, presentes na vida terrestre. Esses atos estão ferindo mortalmente a Natureza e a criação.
A Campanha da Fraternidade deste ano aborda exatamente esse assunto e resume “a Natureza geme as dores do parto”. Não poderia haver expressão melhor para se qualificar a ação do homem sobre a Natureza.
Cada um deve tomar consciência do mal causado em suas ações de depredar a Natureza, construir em áreas de risco, invadir os quintais dos rios que são suas margens, desmatar e poluir o ar e as águas, construir usinas nucleares e refinarias em áreas geograficamente instáveis.
Ações que colocam em risco a vida de milhões de pessoas em todo o mundo.
Não. Deus não é autor e nem permite tais desgraças.
Deus educa para a vida, utilizando o sofrimento como uma escola para se chegar à justiça e à retidão de vida e a uma cultura mais voltada para o bem comum!
Todos nós temos que nos conscientizar: é preciso defender com todo o nosso ser, a partir de onde vivemos essa nossa maravilhosa morada!
J. Rubens Alves

DIETA: QUINTO DIA

QUINTO DIA (café da manhã/almoço/jantar)

Café da Manhã:
Ingredientes: 1 cenoura raspada

Confesso. Hoje senti a falta do café pela manhã. Realmente essa Dieta é uma reeducação alimentar.
A cenoura é saborosa, mas não substitui o cafezinho forte e saboroso.
Preferi bater cenoura com água, como um suco. Esse procedimento não altera em nada estabelecido pela dieta porque a água é neutra.
Hoje é o quinto dia de Dieta!
Até o almoço!
J. Rubens Alves

Almoço:
Ingredientes: 1 pedaço grande de peixe magro com limão e pouca manteiga
Alguns ingredientes, como já comentei, devem ser comprados com antecedência. É o caso do peixe.
O peixe deve ser magro (truta, linguado...). Optei pelo linguado. Temperei com limão cerca de 10 minutos antes de passá-lo para uma frigideira antiaderente, com uma pitada de manteiga.
O file que escolhi, um pedaço que me satisfaça, foi de cerca de 350 gramas. Como o peixe é um alimento leve e o almoço só consiste disso, sem sobremesa, creio que à tarde deverei sentir mais a sensação de fome. Nada, porém, que não seja suportável.
O peixe ficou maravilhoso e saboroso.
Não esqueci de agradecer a Deus por esse alimento maravilhoso e que muitos não podem ter em sua mesa.
J. Rubens Alves

Jantar:
Ingredientes: 1 bife grande com salada e salsão cozido

Tomei cerca de 1,5 litros de água até esse momento do jantar, às 19h00.
Como previ, senti um pouco de fome e leve dor de cabeça, certamente pela fácil digestão do peixe do almoço. Não precisei, contudo, ingerir nem aspirina, porque a dor de cabeça foi levíssima..
O jantar, bem mais reforçado com o bife e pela salada.
Novamente escolhi o miolo de alcatra por tratar-se de uma carne saborosa, macia e apetitoa.
O bife deve ser de um tamanho que satisfaça a pessoa que esteja nesta dieta, sempre não ultrapassando o peso de 300 a 350 gramas, temperado somente com sal e grelhado em frigideira com um fio de azeite.
Para salada escolhi alface, agrião, repolho fino, cebola, pepino e limão e o salsão. Não acrescentei tomate, porque a carne levou uma pitada de sal. Lembre-se de que quando há tomate, não se pode consumir sal, nesta dieta.
Salvo a falta do café pela manhã e o almoço muito leve, me senti muito bem com a alimentação proposta pela Dieta, percebendo que a cada dia esteja mais leve.
J. Rubens Alves

GOSTARIA DE COMPREENDER

Enquanto falamos tanto de vida, ocorrem cataclismos que ceifam vidas e sonhos, como o que ocorreu no Japão só nos restando expressar nossos sentimentos de comoção e tristeza.
Apesar de ter assistido em todos os noticiários as cenas dos tremores e ondas devastadoras sabendo que através delas muitas vidas se perderam, refleti que os maiores riscos e perdas certamente virão dos desastres posteriores ocorridos pela fragilidade das usinas e refinarias.
Os fenômenos, em si, são pura manifestação da força da natureza e existem para a vida e não para morte. Na verdade, são eles os responsáveis pela renovação desde a origem do mundo e são poderosos demais para sofrer interferência humana. Nenhum ser humano é capaz diante dos fenômenos do universo, da atmosfera, da terra, do mar, dos rios.
A mortandade que deriva de um fenômeno como esse poderia ser menor. A destruição e mortes em escala maior ficam por conta da ação do homem que, mesmo conhecendo os riscos de desafiar a Natureza, decidem enfrentá-la, construindo em áreas de risco onde esses fenômenos ocorrem.
Gostaria de compreender porque insistem em construir usinas atômicas, mesmo conhecendo os riscos de terremotos em regiões geograficamente instáveis.
Compreender porque esse povo que chora ainda seus mortos pelos danos atômicos em Hiroshima e Nagazaki, não tomou outros rumos, banindo as usinas nucleares do seu processo de desenvolvimento, buscando outras alternativas de energia.
Compreender porque nas horas dessas desgraças o homem não se arrepende pelos caminhos tortuosos que percorre em favor do desenvolvimento, esquecendo-se que a Natureza, em silêncio, ‘geme as dores do parto’ por essas constantes investidas.
Compreender porque antes de creditar culpa a Deus por tudo aquilo que acontece, o homem não se prostra em profunda reflexão, sobre a extensão e consequências de seus atos em relação com a Natureza.
Não há sofrimento maior do que contabilizar mortos, ainda mais se eles resultarem de contaminação química e atômica, de conflitos e guerras.
J. Rubens Alves

sábado, 12 de março de 2011

DIETA: QUARTO DIA

QUARTO DIA (café da manhã/almoço/jantar)

Café da Manhã:
Ingredientes: 1 xícara de café preto com 1 torrada

Não costumo contar os dias de minha vida, porque todos eles compõem, de maneira maravilhosa minha existência. Quando estou fazendo essa Dieta, tenho que contá-los, porque é uma maneira de controlar cuidadosamente o cardápio.
Então hoje, olá quarto dia de Dieta, seja bem vindo!
‘Voilá’ com uma xícara de café, sem açúcar e uma torrada.
Não posso mentir. Pela manhã gosto do café com açúcar, se bem que ele é muito mais saboroso sem o açúcar, se for bem feito.
Para evitar imprevisto, recomendo que os ingredientes sejam adquiridos antes. Hoje no almoço, por exemplo, está previsto um pedaço de queijo ‘tipo suíço’. Essas coisas não se têm em casa diariamente e, às vezes, só se pode encontrá-las em casas especializadas em frios.
Até o almoço!
J. Rubens Alves

Almoço:
Ingredientes: 1 ovo cozido, 1 cenoura ralada, um pedaço de queijo tipo suíço
Novamente, ao longo da manhã ingeri cerca de 300 ml de água.
O almoço, às 12h30. Gosto desse dia porque o cardápio contém queijo que é bom de qualquer tipo.
Hoje é do ‘tipo suíço’, cerca de 200 gramas. O queijo suíço, quando numa quantidade maior como essa, costuma enjoar um pouco.
Aconselho, então, a ingeri-lo devagar, com a cenoura ralada. A cenoura é adocicada e acaba combinando bem com o sabor do queijo.
Lembro que cenoura não pode levar sal nesta Dieta. Então acrescentei apenas um fio de azeite de oliva.
Senti falta da fruta, como sobremesa. Foi, mesmo assim, um belo e caro almoço. O preço do queijo foi abusivo.
Até Dieta acaba sendo para privilegiados que podem adquirir o que é preciso para fazê-la. Por isso, talvez, é que os mais humildes encontrem dificuldades em praticar uma alimentação mais sadia e balanceada.
Agradeci a Deus, portanto, mais essa benção e oportunidade.
J. Rubens Alves

Jantar:
Ingredientes: 1 latinha de salada de frutas e um iogurte natural
Não esqueci de beber água neste intervalo.
O queijo possui um gosto marcante e perdura por muito tempo.
A sensação de fome foi um pouco maior, mas controlável e sem ansiedade.
O jantar é contemplado com uma taça (a Dieta fala em latinha, como referência de quantidade) cerca de 300 gramas de salada de frutas frescas. A escolha é à vontade.
Eu escolhi pela salada de laranja, banana, maçã, mamão e melão.
Para que não sentisse fome mais tarde, hoje é sábado e geralmente se dorme mais tarde, separei parte da salada de frutas em geladeira, e cerca de 2 horas e meia depois, saboreei devagar.
Sinto-me muito bem: o sono está mais confortante, as flatulências desaparecem e a sensação de bem estar é muito boa.
De fato, todo o controle da situação é de cada um, controlar a mente, enfim, da forma como você encara suas decisões e atitudes.
Boa noite!
J. Rubens Alves

sexta-feira, 11 de março de 2011

DIETA: TERCEIRO DIA

TERCEIRO DIA (café da manhã/almoço/jantar)
Café da Manhã:
Ingredientes: 1 xícara de café preto com 1 colher de açúcar e 1 torrada
Terceiro dia da Dieta com uma xícara de café com açúcar! E uma torrada.
Hoje esse café trouxe uma torrada incluída. Ontem estava bom, hoje está melhor ainda.
Só não fiquei mais alegre por saber que os japoneses estão passando por um momento de aflição com o terremoto e uma devastadora tsunami.
Que Deus os proteja e livre de mal pior. É o que de imediato podemos fazer!
Então, ao trabalho, até o almoço!
J. Rubens Alves

Almoço:
Ingredientes: salsão cozido, 1 tomate, 2 ovos cozidos duros e 1 fruta fresca

No período da manhã ingeri cerca de 300 ml de água.
O almoço, às 12h30 foi bom. Resolvi ingerir o salsão crú, ao invés de cozido.
Isso ocorreu das outras vezes, sem nenhuma alteração no resultado. O salsão cozido, sem tempero, não fica agradável ao apetite.
A quantidade de salsão é o quanto baste à pessoa, cerca de 120 gramas. Mais do que isso, perde-se a vontade. Ele é bem fibroso.
Escolhi como fruta a maçã. Ontem escolhi a pêra, porém ela é um tanto laxante, enquanto a maçã prende o intestino.
Cada um deve fazer a escolha da fruta fresca conforme sua conveniência.
Não vou esquecer de hidratar com muita água.
Hoje já estou me sentido mais leve e sinto a pele mais saudável.
J. Rubens Alves

Jantar:
Ingredientes: 200 gramas de presunto cozido e 1 iogurte
natural
Até o jantar, bebi cerca de 300 ml. Não posso deixar de hidratar.
Hoje foi o dia que mais senti o almoço muito leve e fibroso. Nada porém, que afete a motivação pela Dieta. A sensação de fome, afinal, é controlável. Além disso, neste terceiro dia de dieta, a ansiedade já diminuiu muito.
Compensa muito, quando percebo que estou mais disposto, sem qualquer dor de cabeça, tontura.
O jantar foi o mesmo de ontem: presunto magro cozido (200 gramas) que se compra em supermercado seguindo as recomendações que já mencionei.
Repeti a metodologia de ontem, para que não sentisse fome: uma parte degustei em pedacinhos acompanhados pelo Iogurte Natural. A outra parte, reservei em geladeira e cerca de 1 hora e meia, voltei a degustá-lo devagar, em pedacinhos.
Garanto que estou bem, sem sentir qualquer reação adversa como dor Confirmo a ótima sensação de mais leveza e agilidade.
Tudo vale a pena, desde que seja uma opção clara do que se deseja. Afinal, já estou caminhando para o quarto dia. Boa noite!
J. Rubens Alves

quinta-feira, 10 de março de 2011

DIETA: SEGUNDO DIA


SEGUNDO DIA (café da manhã/almoço/jantar)

Café da Manhã:
Ingredientes: 1 xícara de café preto com 1 colher de açúcar
Iniciei o segundo dia da Dieta com uma xícara de café com açúcar!
É restaurador e transmite um bem estar, sendo que a sensação de fome de ontem à noite foi embora. Realmente o sono alimenta, como diziam os pais, quando éramos crianças.
Uma xícara de café forte com açúcar é motivadora. Tal como experimentei em outras vezes, ela será o suficiente para o gasto energético do período matinal.
Então, ao trabalho, até o almoço!
J. Rubens Alves

Almoço:
Ingredientes: 1 bife grande e salada (pouco azeite e limão) e uma fruta fresca
No período da manhã ingeri apenas 2 copos médios de água, cerca de 300 ml.
O almoço, às 12h30 foi a repetição do jantar de ontem (Primeiro Dia), que foi uma maravilha, porque inclui uma fruta como sobremesa. Verdadeiro prêmio.
Um bife de miolo de alcatra, de espessura de cerca de 1 cm, temperado somente com sal, ao ponto. A salada de folhas verdes (alface crespa e americana, agrião) com tiras finas de repolho, pepino e alguns pedaços de jiló refogado ao vapor, temperada apenas com limão.
Antes desse almoço maravilhoso, agradeci a Deus por ter a oportunidade, em ocasião de um regime, ainda ter na mesa, mais do que muitos carentes.
É uma benção de Deus, dar-se ao prazer de uma Dieta tão rica assim.
E essa reflexão, sem dúvida, nos ajuda na motivação e administrar as insinuações contrárias que transmite o subconsciente, que tenta nos impelir para a desistência da Dieta.
Como sempre digo, a nossa relação com a comida deve ser pacífica e harmoniosa. O que prejudica o peso e a saúde é o terrível hábito que adquirimos, de comer tudo, a qualquer hora e, em geral, com muito condimento, bebidas e ingredientes artificiais.
Essa Dieta realmente nos transporta um pouco aos velhos tempos, quando em nossa mesa só havia feijão, arroz e uma mistura. Tudo temperado com a simplicidade de limão, azeite e pouco sal.
Ah, não esqueci, não! Minha fruta, dei-me um prazo de 40 minutos para saboreá-la. Escolhi uma pêra.
J. Rubens Alves

Jantar:
Ingredientes: 200 gramas de presunto cozido e 1 iogurte natural

No período do almoço até o jantar, bebi cerca de 600 ml. Não posso deixar de hidratar. Até o final de cada dia devo beber cerca de dois litros.
Depois do almoço muito bem recebido, o jantar é bem mais leve. Presunto magro cozido (200 gramas) que se compra em supermercado. Outro dia, alguém perguntou se deveria cozinhar o presunto. Não. O presunto já é cozido, como se diz aqui no Brasil. Há várias marcas do produto. Escolha, como eu fiz, o mais magro, sem gorduras e solicite ao vendedor que corte os 200 gramas em um único pedaço.
Para acompanhar tomei um belo copo de Iogurte Natural.
Muita gente acha um tédio ter de comer essa quantidade de presunto. Então dividi a porção em duas partes. Uma parte degustei em pedacinhos acompanhados pelo Iogurte Natural. A outra parte reservei em geladeira e cerca de 1 hora e meia, voltei a degustá-lo devagar, em pedacinhos.
Garanto que estou bem, sem sentir qualquer reação adversa como dor de cabeça, tontura ou sonolência.
Ao contrário, neste segundo dia me senti bem mais disposto e uma sensação de mais leveza e agilidade.
Vou conferir o peso somente no 6º dia. Se fizer isso antes, a redução apurada de peso ainda será mínima, podendo despertar o desânimo.
Quem se dispõe a fazer essa Dieta precisa estar sempre motivado e esperançoso com o resultado. Mesmo que a redução de peso atinja entre 7 e 8 quilos, cada um sentirá uma satisfação muito agradável de estar cooperando o bem de sua saúde e de sua vida.
Lembrem-se: mais do que buscar Dietas para melhorar a estética, vale buscar uma reeducação alimentar que traga benefícios para a vida. Ela merece ser celebrada com temperança.
J. Rubens Alves

quarta-feira, 9 de março de 2011

DIETA: PRIMEIRO DIA

PRIMEIRO DIA (café da manhã/almoço/jantar)
Café da manhã
Ingredientes: 1 xícara de café preto com 1 colher de açúcar
Seguindo à risca o estabelecido, iniciei a Dieta com uma belíssima xícara de café com açúcar!
Degustei-a com tranqüilidade e por incrível que pareça, percebi a quanto tempo não sentia o paladar maravilhoso do café que, geralmente, é tomado às pressas para não atrasar os horários.
Legal! Comecei bem a Dieta! Agradeci por essa xícara de café, tão saboroso, porque muitos que se levantaram hoje não terão chances de saborear uma igual!
J. Rubens Alves

Almoço
Ingredientes: 2 ovos cozidos ( duros ) com espinafre e 1 tomate crú.
(tomates, cenoura e ovos, sempre sem sal. Onde eles entram, não se pode utilizar sal para outros alimentos, como por exemplo, espinafre, deve ser sem sal)
Neste intervalo, entre o café e o almoço, bebi cerca de 200 ml de água.
Quando se fala em espinafre cozido, 2 ovos e um tomate, sem sal, a combinação pode dar um desânimo. Quando, porém, se ajeita no prato, de forma ordenada, esses alimentos formam uma combinação de cores muito harmoniosa. Merecia ter tirado uma foto para postar... quem sabe na próxima.
Igualmente, depois de agradecer a Deus o alimento que estava diante de mim, devagar e mastigando com calma, descobri novamente o verdadeiro gosto do tomate, dos ovos cozidos que em geral é encoberto pelo excesso de sal. Combinando esses sabores até o espinafre cozido, que é um tanto insonso, passa a ser um alimento que agrada tanto quanto cru.
O almoço, saboreado dessa maneira e para quem estava com uma xícara de café com açúcar da manhã foi realmente uma refeição muito legal!
Maravilha! Ainda para motivar mais ainda, à noite, o cardápio me reserva um belo bife com salada. Até lá não vou esquecer de beber mais água. Ela realmente nos purifica.
J. Rubens Alves

Jantar
Ingredientes:1 bife grande com salada ( pouco azeite e limão )
No período do almoço até o jantar, bebi cerca de 650 ml de água sendo que deverei, até o final do dia, ingerir cerca de dois litros. O jantar foi às 18 horas. E que jantar!
Um belo bife de miolo de alcatra, temperado somente com sal, ao ponto. Salada de folhas verdes (alface crespa e americana, agrião, repolho bem fino, pepino), temperada apenas com limão.
Novamente fiquei surpreso com os sabores realçados de cada alimento, quando não usamos o excesso de temperos ao qual estamos acostumados.
Devagar, senti o sabor desse jantar e agradeci, novamente.
Agora, que está se aproximando das 23 horas, bate uma leve sensação de fome. Então, quando isso acontece, é hora de se recolher, porque o sono ajuda muito a administrar essa situação.
Esse primeiro dia de Dieta foi muito bem cumprido, sem qualquer reação, tontura ou dor de cabeça.
Provou que ninguém morre de fome, quando de forma espontânea, se propõe a mudar por alguns dias o hábito de mal alimentar-se.
Desafio cumprido do primeiro dia.
J. Rubens Alves

terça-feira, 8 de março de 2011

VÉSPERA DA DIETA


Amanhã vou iniciar a DIETA DOS 13 DIAS da Clínica Mayo (USA). Prometi publicar cada passo da dieta, ao longo desse tempo, transmitindo a sensação que a gente sente a cada dia.
Desejo lembrar que para se fazer uma dieta é preciso estar bem consigo mesmo, antes de tudo, para que ela não se transforme em martírio. Tudo tem que ser feito com alegria, principalmente sabendo que é uma atitude, uma livre opção nossa, aderir ou não a um compromisso como esse.
É necessário, também, estar bem de saúde. Aqueles que tomam medicamentos e possuem enfermidades não podem simplesmente iniciar regimes sem consultar, antes, seu médico. Isso é importante, pois dietas não são uma brincadeira.
É importante escolher um período no qual não se tenha compromissos de encontro, festas e eventos, para que a dieta não se torne sofrimento e nem instrumento de deselegância, pelo qual a gente recuse, nesses momentos, o que nos é oferecido.
Uma dieta de 13 dias não significa eternidade. Bom saber, por outro lado, que não estamos sendo obrigados a fazer a dieta e nem estamos praticando um ato que nos faça mal. Apenas abrindo uma nova janela com um novo horizonte.
É preciso somente se conscientizar que, após esse breve período de 13 dias, privados de muitas coisas apetitosas (mas que viciam), estaremos bem melhor e, de certa forma, libertos e mais felizes com o resultado.
Hoje, por exemplo, já me conscientizei desses pontos. Feriado de Carnaval, aqui no Brasil, passei um dia de descanso, mas preparado para amanhã: já providenciei os alimentos e ingredientes para amanhã, o primeiro dia.
Já registrei meu peso que hoje está em 80 KG o que significa que, desde a última vez em que fiz a dieta, há 5 anos, ganhei apenas dois quilos de peso.
Vou fazer a dieta para adequar ainda mais o peso à minha altura que é 1,73 m e para partilhar com vocês o resultado final.
J. Rubens Alves

DIETA QUE MOTIVA: POR QUÊ?


Lia, há algum tempo, uma matéria sobre dietas em um site. Lá encontrei, além de muitos outros assuntos sobre dietas, emagrecimento, remédios ‘milagrosos’, um texto que se referia à Dieta da USP, ou dos 13 Dias.
Neste Site havia, também, toda a sorte de comentários, positivos e negativos, sobre o resultado da dita Dieta.
Atentei, também, que aquela Dieta da USP (ou dos 13 Dias), era bem diferente e alterada da Dieta original, ainda na mesma folha que recebera das mãos de meu amigo e médico Dr. Castor Jordão Cobra, (que por sinal era reumatologista e não endocrinologista).
Naquele momento, me dei conta que existe uma busca agitada por dietas e remédios que prometem emagrecimento e, no final, acabam não acrescentando nada.
Resolvi deixar lá meu comentário, esclarecendo sobre esse assunto e convidava os leitores a acessarem meu Blog ‘MOTIVANDO COM ESPIRITUALIDADE’, para que lessem o texto ‘UMA DIETA QUE MOTIVA’.
Além de emagrecer, ao final dessa dieta, a gente se sente desintoxicado, reeducado para o alimentar-se, sem a compulsão pela comida e, o mais interessante, não se retorna ao excesso de peso. É uma dieta que motiva pelos resultados, que são duradouros para quem a faz do modo certo.
Nosso Blog fala sobre motivação e espiritualidade. Os textos ali publicados, como os leitores podem perceber, sempre trazem nas entrelinhas referências sutis que os levam à reflexão sobre valores e outros pontos importantes para a existência. Nosso ser total (corpo e espírito) precisa de uma dieta sadia, com conteúdo sobre espiritualidade, arte, cultura e sobre tudo que alimente o espírito e precisa, da mesma forma, de uma dieta sadia para o corpo.
‘Mens sana in corpore sano’ (mente sã em um corpo saudável) deve ser o ponto norteador para uma pessoa que busca a alegria pela vida!
Afinal, cada um é aquilo que pensa e come.
J. Rubens Alves

segunda-feira, 7 de março de 2011

DESAFIO: BLOG E DIETA

Quando iniciei este desafio “Motivando com Espiritualidade”, não imaginei que tantas pessoas, de tantos lugares, se tornassem seguidores do Blog, caminhando juntos, lendo os textos publicados, comentando e participando.
Esse, de fato, é o principal objetivo: conduzir os leitores à reflexão aguçando-lhes o senso crítico adormecido diante de assuntos e acontecimentos triviais.
Desejo medir, de maneira mais intensa, a aceitação do Blog e dos assuntos publicados. Conhecer um pouco mais de cada um que acessa as páginas do Blog.
Isso é possível se cada amigo do Blog deixar um breve comentário no espaço destinado, ao pé de cada publicação. É muito simples e prático. Basta clicar em ‘comentários’ e, na janela que se abrir, expressar sua opinião.
O nosso Blog, porque ele é de vocês também, já totaliza cerca de 6 mil acessos, considerando aqueles da fase inicial, antes da remodelação em dezembro de 2010.
É gratificante!
A partir de quarta-feira, 9 de Março, tal como prometi, vou iniciar a Dieta dos 13 Dias, publicando diariamente, cada passo dessa Dieta que Motiva.
Foi uma das páginas mais acessadas no Blog. Não sou especialista em dietas e regimes, apenas partilhei a Dieta dos 13 dias, a verdadeira que recebi de meu médico, há 30 anos.
Dieta que me colocou na linha certa de alimentação e de controle de peso, sem sofrimento e sem ingestão de drogas que prejudicam mais do que a Dieta em si. Mais ainda, se esses medicamentos não forem prescritos por médicos especialistas, os endocrinologistas.
A partir de amanhã, começo a publicar sobre essa Dieta que vou fazer e que tanto motiva.
Já tenho experiência de seus resultados positivos, se ela for feita com alegria e por conta de uma atitude decidida de emagrecer, não com intuito para melhorar o visual, mas para estar de bem com a vida e sair do amargo pesadelo de saber que, nem sempre, a gente se alimenta como deve! Afinal, um desafio de compreender que somos o que pensamos e, também, o que comemos. Vamos fazê-la juntos? Um desafio, cativante tal como em "Deliverance".
Acompanhe e, se desejar, participe.
J. Rubens Alves

terça-feira, 1 de março de 2011

UM OUTRO LADO

Existe uma preocupação mundial pelo alarmante número de obesos. Esse número não pára de crescer e alguns países, (os mais ricos, porque é lá que se encontram os mais obesos), tratam o assunto como grave problema de saúde pública, em outras palavras, como doença.
Incrível é notar que os meios de comunicação, em especial a TV, com raras exceções, cinicamente atribuem essa anomalia, agora tão comum entre os mais jovens, à falta de uma educação dirigida e rígida em relação aos hábitos alimentares.
Os pais tem sim uma parcela de culpa, todavia, o verdadeiro problema está exatamente na contra educação que os próprios meios de comunicação imputam às famílias induzindo, em especial os mais jovens. Estes, prostrados diante dos acenos e chamadas dos meios de comunicação são redirecionados para a compulsão do ter e do possuir e, pior, convidados a se alimentarem das porcarias por eles anunciadas em troca de grandes somas que recebem.
Jovens que se tornam alienados, desde muito cedo. Assim, são impregnados de idéias consumistas, se revestem do estilo imediatista apresentado nas novelas e filmes. Se iludem pela maneira fácil de se conseguir amores, poder e bens materiais. Jovens que se acostumam à vida regada com bebidas e comilanças, com excesso de alimentos industrializados, como se fossem naturais e verdadeiros.
É triste reconhecer que a maior parte das informações que os jovens recebem via TV, via Internet e outros meios são responsáveis por seus desmandos e intemperança.
É por isso que se perdem pelos atalhos da vida entre vícios e excessos que comprometem sua saúde.
Somos todos responsáveis, em verdade, em educar esses jovens dentro da verdade, indicando a eles alternativas sadias de vida e uma nova visão crítica de administrarem as informações recebidas. Mostra-lhes, enfim, um outro lado que não conhecem, ou evitam conhecer!
J. Rubens Alves