domingo, 29 de maio de 2011

FAÇA O QUE QUISER


Vocês poderão achar loucura, mas a partir de hoje decidi que vou fazer o que quiser. Isso mesmo! Vou fazer o que quiser.
Depois de refletir sobre certa frase, tomei essa decisão sem precedente em minha vida e mais, faço o mesmo convite a você: a partir de hoje faça o que você quiser! Liberar geral.
Para praticar, porém, esse nível de liberdade plena, há uma condição imposta na mesma frase que eu e você vamos ter que assumir: Temos que amar!
Amar incondicionalmente. Essa é a razão para tanta liberdade.
A frase que provocou essa escolha é de Santo Agostinho que dizia: “Se você ama, faça o que quiser!”
Ele tem toda razão. Concluí que se eu e você e todo mundo colocarmos o amor em nossa vida, como primeiro e único referencial, então poderemos liberar geral, praticar o que quisermos.
O segredo está aí para eliminar em nossa volta, por conseqüência no mundo, toda a maldade, violência.
Afinal o amor não pressupõe nunca o mal. O amor quando preenche os espaços barra a entrada e permanência do mal.
Se amamos, então poderemos fazer tudo o que quisermos, porque todas as nossas ações serão obras e frutos do amor. Nossas boas e positivas energias serão sempre voltadas para o bem.
É impossível para aquele que ama praticar o mal.
O Mestre dos mestres dizia: “Quem me ama segue meus mandamentos”.
E esses mandamentos Ele resumiu em : “Amar a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a ti mesmo”
Amar a Deus acima de tudo que há e existe. Amar a nós mesmos, nossa vida e o que somos, porque nessa medida é que amaremos ao próximo.
Decidi! Vou buscar essa liberdade. Vou fazer o que quiser nesse espírito de amor.
Você também decida. Faça o que quiser. Antes, você vai ter que amar!
J. Rubens Alves

Nenhum comentário: