sábado, 27 de abril de 2013

AGILIDADE SIM


Nesses dias o que se vê é a correria de pessoas nas ruas, bancos, lojas e supermercados, passando a nítida impressão de que perderam a noção do equilíbrio e sensatez.
Ao invés de sensação de alegria e paz, transmitem aflição, nervosismo como portadores de algum peso ou compromisso incômodo.
O que provoca o estresse é a agitação que as pessoas se impõem para cumprir tarefas que deveriam ser motivo de extrema alegria e regozijo. 

Pressa incontrolável que provoca descontrole nos atos mais simples, induzindo à compulsão pelas compras desnecessárias, à perda fácil de paciência no trânsito, aos riscos de acidentes.
Existe uma grande diferença entre pressa, velocidade e agilidade. Se um piloto de Fórmula 1 fosse apressado, fatalmente morreria nas primeiras curvas de um circuito.
Acontece que ele não é apressado, mas profissional treinado, condicionado a correr em alta velocidade sem dar margem ao descuido que lhe seria fatal.
Além disso o piloto, faz uso de sua agilidade nos controles da parafernália que equipa sua máquina. Se ele não fosse ágil não seria também veloz. A agilidade é o grande trunfo que lhe permite correr velozmente, em segurança, sem margem de erros.
Imaginar algum médico com pressa? Nem pensar! Médicos dependem de agilidade e não da pressa nos casos de urgência.
Na vida prática, no cotidiano de cada um, esta comparação também pode ser aplicada. É possível realizar todas as tarefas, caseiras, profissionais ou comunitárias com muito mais segurança e com menor margem de erros se, ao invés de pressa,  a agilidade for colocada em prática.
A agilidade nada mais é do que planejar e realizar as tarefas utilizando-se de recursos melhores, sejam físicos ou materiais não importa, desde que levem ao êxito e aos bons resultados naquilo que se faz.
Dessa maneira se imporá uma maior velocidade na solução de tarefas e trabalhos, eliminando desgastes, estresses e falsas euforias.
A pressa leva pessoas, famílias e instituições ao desgaste e ao colapso. A agilidade leva ao sucesso e aos bons resultados.

Agilidade é uma receita de análise intuitiva, planejamento mental e praticidade.
Quando tudo parecer congestionar a  vida diária, simplesmente seja ágil, criando alternativas mais singelas que fujam das práticas usuais que primeiramente os sistemas querem impor ao ser humano, como regras.
Melhor ainda é quando se consegue agregar uma boa pitada de amor à agilidade, para se desempenhar com excelência e alegria as inúmeras tarefas de nossa existência!

Afinal, quem tem pressa come cru ou acaba se engasgando!
J. Rubens Alves

Nenhum comentário: