quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

BUSCAR A VERDADE

Gosto de escrever a palavra 'Verdade' sempre com a primeira letra em maiúsculo, reconhecendo o peso desse conceito tão valorizado por quem o encarnou há dois mil anos. 
Ninguém no mundo pode mudar a Verdade. O que pode ser feito, quando se encontra a Verdade, é simplesmente abraçá-la e aceitá-la. 
A Verdade demora, muitas vezes, para se manifestar e  jogar luz sobre assuntos obscuros. Pode tardar, mas sempre se manifesta gloriosa resgatando a essência de pessoas e sentimentos.
Existem muitos conflitos que provocam amarguras e  desastres nos meios sociais, no trabalho e na  família.
O maior conflito, porém, acontece no íntimo das pessoas, exatamente quando elas lutam para decidir se ficam ao lado da Verdade ou da Mentira. É a grande luta interior para escolher as bases do agir e do viver.
Essa batalha afeta profundamente interferindo na existência, sempre desafiando cada pessoa a escolher entre dois pontos inconciliáveis. 
Decidir entre a Verdade e a Mentira significa escolher entre o Bem e o Mal que são, da mesma forma, contraditórios e inconciliáveis.
Todas as consequências decorrentes da escolha serão marcantes na vida de cada pessoa, talhando em cada uma as características marcantes. A opção será a faceta da própria identidade.
Essa escolha entre o Bem e o Mal, Verdade e Mentira será feita, visto que é impossível conviver com dois conceitos tão divergentes entre si.
Nada valeria alguém dizer sobre uma vitória, seja no trabalho, no social ou na espiritualidade se o conflito entre Bem e Mal continuar ativo no profundo das almas, causando dúvidas e produzindo desastres a cada novo amanhecer!
Somente a partir da escolha certa, cada ser florescerá para uma vida plena em harmonia, amor, paz e alegria!
Cada um que optar pela Verdade em todas as circunstâncias de sua vida, certamente descobrirá que ela, em si e por si, é a própria libertação!

J. Rubens Alves

Nenhum comentário: