domingo, 13 de março de 2011

DORES DO PARTO

Procuramos neste Blog, motivar pessoas, postar textos com conteúdo positivo que levem à reflexão sobre a existência.
Insistimos em colocar a vida como dom absoluto e fixar sobre ela somente Deus. Como ela é em si um dom do próprio Deus, nos resta a vivê-la. Vivê-la bem, celebrando cada dia esse dom maravilhoso em tudo, menos no mal.
Nestas horas de calamidades bradamos: onde está Deus? Por que Ele permite tragédias desse porte?
Na falta de respostas estamos propensos a atribuir uma parcela de culpa a Deus por tudo isso, parecendo até que Ele não ouve as súplicas e não se dá conta do que está acontecendo.
Na verdade Deus é um Pai e que participa da fragilidade humana, não castigando, mas educando pelo sofrimento que naturalmente existe e é, na maioria das vezes, causado pelo próprio homem através da inconseqüência de seus atos.
Esses atos agigantam as conseqüências dos fenômenos que sempre estiveram, em milhões de anos, presentes na vida terrestre. Esses atos estão ferindo mortalmente a Natureza e a criação.
A Campanha da Fraternidade deste ano aborda exatamente esse assunto e resume “a Natureza geme as dores do parto”. Não poderia haver expressão melhor para se qualificar a ação do homem sobre a Natureza.
Cada um deve tomar consciência do mal causado em suas ações de depredar a Natureza, construir em áreas de risco, invadir os quintais dos rios que são suas margens, desmatar e poluir o ar e as águas, construir usinas nucleares e refinarias em áreas geograficamente instáveis.
Ações que colocam em risco a vida de milhões de pessoas em todo o mundo.
Não. Deus não é autor e nem permite tais desgraças.
Deus educa para a vida, utilizando o sofrimento como uma escola para se chegar à justiça e à retidão de vida e a uma cultura mais voltada para o bem comum!
Todos nós temos que nos conscientizar: é preciso defender com todo o nosso ser, a partir de onde vivemos essa nossa maravilhosa morada!
J. Rubens Alves

Nenhum comentário: